Jacque

Costa

"Criatividade e Leveza são as palavras

que direcionam tudo que faço!"

scroll

Sobre Mim

   Bom, já que é para falar de mim, vou começar de pequenininha, talvez você se identifique! Sempre amei tudo que é criativo, minha alegria na escola, era quando tínhamos trabalho com artes manuais, ganhei um concurso na escola de inglês, para o cartão artesanal mais criativo, fazia porta joia com palitos (quem é da época lembra), arriscava um ponto no tricô, e só fazia cachecol para as bonecas, rs. Quando cresci, que precisei decidir uma profissão, não fazia ideia do que queria, fiz um teste vocacional, que deu ARTES, kkk, disse para mim mesma, isso está errado, artes não dá dinheiro, não sei o que fazer em artes.

   Então, minha mãe me colocou na faculdade de administração, porque na dúvida né, faz ADM que vai servir para alguma coisa, mas não deu certo, não era o que queria. Dali comecei a manipular os testes, e passei a acreditar que minha vocação era na área da saúde, tentei educação física, porque era a segunda matéria que ía bem na escola, depois de educação artística :), queria ser bailarina ou dar aulas de dança, e achei que era o caminho, não rolou. Fui para nutrição, quase morri para entrar na sala de anatomia e ver pessoas mortas, tranquei novamente. Bem confusa! Amadureci mais e continuei tentanto me encontrar. Certo dia, uma colega de trabalho, ouvindo as minhas lamentações, em não encontrar o que queria da vida, me perguntou: "Jacque, mais o que você acha que sabe fazer, o que você gosta?Eu disse: "A única certeza que tenho, é que quero ter meu negócio próprio, só não sei no que exatamente! E sei fazer coisas com as mãos, sei que tenho habilidades manuais." Desta conversa, tudo começou! Ela disse: "Porque você não faz noivinhos de biscuit, vende muito para casamentos, minha irmã tem um monte de revistas, ela faz a muito tempo, vou te emprestar algumas." Queridos, na mesma semana procurei uma professora de biscuit, fiz uma aula de 3h, no dia seguinte comprei os materiais que ela indicou, criei poucas amostras, apesar de não ter muita prática ainda, vi que tinha facilidade para fazer, bati foto e coloquei na internet para vender, em poucos dias recebi minha primeira encomenda.

   As lembrancinhas entraram na minha vida três meses depois, quando esta mesma colega de trabalho, me disse que uma amiga dela, estava vendendo hidratantes de bolsa, e que já havia saído do emprego, de tanto que vendia. IUPiiiiii!! Corri, fiz um curso de cosmética artesanal e comecei a fazer também, porém não tinha computador para personalizar, atendia os clientes pela lan house, meu cunhado me deu um usado, que tinha o Corel Draw instalado, que mais ficava travado do que funcionava, mas estava valendo. Havia feito um curso há muito tempo de Corel, que nem sabia se um dia usaria, mas Deus já sabia, tirei a apostila do armário e comecei a tentar, e também comprei a impressora mais barata que existia.

    Então as vendas começaram, só cresciam, começou a ficar pesado, e também dispensava muita encomenda. Neste mesmo período, meu marido começou a faculdade de educação física, e estava estagiando, pedi que ele saísse do estágio e viesse trabalhar comigo, pois ganharíamos mais, nesse momento parei de fazer os noivinhos e fiquei somente com as lembrancinhas.

   Comecei então a estudar Comunicação Visual, que me aperfeiçoaria para fazer as personalizações. Ah! Se eu tivesse ouvido meu primeiro teste vocacional! Mas Deus usa as pessoas para falar conosco, acredito nisso, e através desta colega de trabalho, foi me dando a direção. Bom, já tinha saído do emprego, estava estudando, as vendas só aumentavam, vendia para empresas, para fora do Brasil, estava criando produtos novos, compramos nosso apto, nosso carro, nos mudamos muitas vezes até o apto ficar pronto, e depois de sairmos dele, também! Com a crise tivemos altos e baixos e começamos a pensar em mudar de área, afinal, meu marido estava formado, não queríamos descartar o diploma dele, nos sentíamos na obrigação de fazer algo na área de educação física, estudei e fiz o plano de negócio por muito tempo, para montarmos um studio de treinamento funcional, fomos para Florianópolis e empreendemos lá, por um tempo ainda com as lembrancinhas, e depois concentramos nossos esforços em nossa academia, estava indo bem, fiz o projeto do local, mesmo com poucos recursos, era admirado por todos, criamos todos os processos, tudo era muito elogiado, e o modelo de negócio era diferenciado, todos diziam que não havia nada igual na região, mas mesmo assim, quando nosso dinheiro para divulgação se esgotou, só perdíamos alunos, sem capital de giro, muito necessário para um negócio deste porte, não conseguimos continuar, esperávamos a entrada de recursos, mas não aconteceu como esperado, isto estava previsto no plano de negócios, se não recebêssemos este dinheiro, não sustentaríamos. Meu marido não queria mais saber de empreender na área dele, também sentia falta da liberdade que trabalhar em casa nos dava, não era para nós o compromisso de abrir e fechar um estabelecimento, fora a insegurança.

   Esta pausa no meu trabalho durou alguns meses, mantive minha loja no Elo7 no modo férias, voltamos para São Paulo e retomei meu trabalho, criei novos produtos, estava começando a vender novamente, mas tinha um sonho no meio disso tudo, que ouvi falar em 2013, depois em 2015 dei um pouco mais de atenção, depois deixei pra lá, depois parei para estudar em 2017, depois me dediquei total em 2018, que era o marketing digital, trabalhar digitalmente era algo que me atraía muito, a liberdade de tempo e espaço, poder trabalhar viajando, era um sonho! Daí pensei como poderia fazer isso e me manter nas artes, então fui encontrando referências e outros prazeres além das lembrancinhas, como desenho, aquarela, fotografia, ilustração digital e etc. Então descobri minha paixão por criar conteúdos criativos, que inspirem as pessoas a empreender e ter uma vida mais leve nesse mundo de fofuras e mimos.

     Hoje sou uma empreendedora criativa, criando conteúdos que inspiram e ajudam outros a começarem seu negócio criativo. Tudo isso ocorreu entre 2008 e 2018 e daqui começo a colecionar novas histórias. Claro que tem muitos detalhes no meio disso tudo, que daria um livro kkk, mas este é um resumo da minha história profissional e de sonhos!

  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Facebook

© 2008 - 2020 By Pink Craft